Formação

Uma visão da Formação Religiosa em Santa Cruz

A formação é um processo integral e contínuo que toca e inclui todos os aspectos da pessoa para que nos tornemos aquilo que essencial e profundamente somos chamados a ser por Deus.

Ao longo da formação em Santa Cruz, o indivíduo é fortemente encorajado a desenvolver e a alimentar uma profunda relação com Deus trino e meios lhe são oferecidos para fazê-lo. A sua crescente intimidade com cristo o conduz a conformar-se cada vez mais à sua própria humanidade e descobre por si mesmo que a cruz é nossa única esperança. Ele se torna um homem de Deus, portador de esperança.

A formação é um processo contínuo que visa à integração e à interiorização dos seus diferentes elementos. Quando esses aspectos estiverem religados entre si e indissociáveis uns dos outros, é útil estarmos conscientes das áreas gerais nas quais se dá o crescimento, bem como propor as metas e avaliar o progresso conquistado.


Acesse os seguintes elementos de formação:

A Formação para Oração
O desenvolvimento da sua relação com o Deus Trino à Luz do carisma de Santa Cruz, em particular pela oração pessoal e comunitária, a celebração da Eucaristia, a liturgia das Horas, o sacramento da reconciliação, o acompanhamento espiritual, a devoção mariana, e outras devoções da Igreja Universal ou local.

A Formação Humana
O progresso na direção da plenitude humana que inclui a descoberta do valor da sua vida, da sua cultura, das suas relações, a formação do caráter e o crescimento na maturidade afetiva e sexual.

A Formação à Vida Comunitária
Preparação para viver numa fraternidade de religiosos irmãos e padres na missão; desenvolvimento das virtudes e habilidades para a vida comunitária, aprofundamento da confiança e da amizade na comunidade local e na Congregação, desenvolvimento da responsabilidade para as obras e os bens da comunidade, e da identificação com a Congregação.

A Formação Intelectual
A preparação acadêmica para o ministério como padre ou como irmão deve ser profissional como tal, mas com largos horizontes (incluindo-se os estudos do idioma), ela deve responder às culturas locais e aos talentos da pessoa, e ser da mais alta qualidade possível segundo as necessidades da missão e da comunidade.

A Formação Apostólica
Preparação para o serviço apostólico e apropriação de uma identidade como Irmão ou como Padre na Igreja mediante uma variedade de experiências de serviço em situações pastorais distintas, em grupos sociais e culturas em conformidade com as duas prioridades da missão da Congregação.

A Formação para a Vida Consagrada pelos Votos
Crescimento na vivência autêntica dos votos como sinal de amor, engajamento completo em relação a Cristo como testemunhas do Reino na e pela fraternidade de tal modo que os conselhos  evangélicos se tornem valores contra culturais e valores para a nossa sociedade.