Família Santa Cruz

“Eu tinha concebido uma inspiração de fundar
três Sociedades consagradas aos santíssimos
corações de Jesus, Maria e José e unidas entre
si como a Santa Família".

 


Fundando a Santa Cruz, o Pe. Moreau formou uma família de três sociedades, homens e mulheres, Padres, Irmãos e Irmãs, para serem sinais de amor e unidade em um mundo dividido. Hoje, a família compreende quatro Congregações de Santa Cruz. “Os membros da associação são chamados a formarem apenas uma família, unida pelos doces laços da mútua caridade e dos três votos de religião. Destarte, Santa Cruz crescerá como uma árvore poderosa, que constantemente há de fazer brotar novos ramos e galhos, que serão alimentados pela mesma seiva que dá vida. Para que assim seja, importa, todavia, que todos os membros cultivem o espírito do amor mútuo e da cooperação e tenham no coração o bem e o êxito da associação como um todo, mais do que segundo os interesses particulares do egoísmo e do amor próprio”. (Carta Circular, 65)

O Pe. Basílio Moreau idealizou poder reunir Padres, Irmãos e Irmãs numa só Congregação como uma visível imitação da Sagrada família. Os religiosos Salvatoritas (os padres), Josefitas (os irmãos), e Marianitas (as irmãs) com serviços específicos unidos na missão. Embora as irmãs tenham ficado como Congregação autônoma, por determinação do Papa, partilham em muitas realidades das frentes missionárias com os padres e os irmãos neste espírito da Família de Santa Cruz.

Irmãs da Santa Cruz no Brasil: http://www.irmasdasantacruz.com.br